Bolsonaro debocha de autoridades que adotaram medidas de prevenção

Em live com o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, presidente disse que cuidados contra o vírus não adiantam: "Vai todo mundo pegar"

atualizado 24/09/2020 21:15

Live Bolsonaro com SallesReprodução

Na sua tradicional transmissão ao vivo pelas redes sociais às quintas-feiras, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez pouco caso de pessoas da “alta cúpula do poder de Brasília” que adotaram medidas de prevenção contra a Covid-19. “Não adianta”, disse ele, reiterando que “todo mundo vai pegar a doença”.

Bolsonaro esteve acompanhado na live pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que afirmou não ter sido infectado pelo coronavírus. “Não vou rogar praga não, mas você vai pegar”, disse o presidente. “Se é que já não pegou”, completou.

Nesse momento, o presidente acrescentou: “Eu fico vendo Brasília, a alta cúlula do poder, alguns executivos, do Judiciário bastante, do Legisativo também, com máscara 24 horas por dia, dormir de máscara”.

Ironizando a importância da forma de cumprimento social em tempos de pandemia, ele tocou o cotovelo de Salles com o seu, aos risos.

Tem que sair da toca

“Pegaram o vírus agora. Não adianta. Isso aí é o que falava lá atrás: é tomar cuidado quem tem comorbidade, esperando uma vacina, um remédio comprovado cientificamente. Mas não adianta. Vai acabar pegando. E ficando em casa não resolve nada. Um dia vai ter que sair da toca, né? E vai acabar pegando o vírus”, insistiu o presidente.

Bolsonaro ainda deu a “receita” de como enfrentar o vírus: “Com vitamina D”. Para Salles, ele falou: “Lembra quando eu pedi para o Guedes zerar o imposto sobre a vitamina D? Fui criticado (…) Parece que fizeram tudo errrado e viram, depois, que a gente estava certo”.

0

Últimas notícias