“Quem comete crime deve ser exemplarmente punido”, diz Flordelis

Deputada defendeu nas redes sociais a PEC que permite a prisão em 2ª instância, discutida na CCJ da Câmara nessa terça-feira

redes sociais/ reproduçãoredes sociais/ reprodução

atualizado 13/11/2019 12:10

A deputada federal Flordelis (PSD-RJ) defendeu, nessa terça-feira (13/11/2019), a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que permite a prisão de réus condenados em 2ª instância. De acordo com a parlamentar, “quem comete crime deve ser exemplarmente punido”.

Flordelis já foi apontada por parentes como a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho deste ano. Dois filhos da parlamentar já foram indiciados pelo crime. Agora, a Polícia Civil trabalha para identificar outros envolvidos.

“Participo neste momento da reunião na CCJ onde é debatido a PEC 410/2018 da Prisão em 2ª instância. Sou favorável à PEC, pois o objetivo dela é destacadamente impedir que a impunidade se perpetue no Estado. Quem comete crime deve ser exemplarmente punido”, escreveu Flordelis. A mensagem foi postada em redes sociais. 

Durante a discussão dessa terça na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, quase 100 deputados se inscreveram para defender argumentos contra e a favor da PEC. Mas apenas 43 falaram durante 12 horas de reunião.

Últimas notícias