Mourão sobre Segurança: “Governo nem sempre consegue o que quer”

Vice-presidente ressaltou que, caso se opte por recriar a pasta, a medida terá de passar por aval do Congresso Nacional

Valter Campanato/Agência BrasilValter Campanato/Agência Brasil

atualizado 23/01/2020 19:24

Ao comentar, na noite desta quinta-feira (23/01/2020), a recriação da pasta de Segurança Pública, o vice-presidente Hamilton Mourão disse que “nem sempre o governo consegue o que quer porque existe um diálogo com o Legislativo”.

Com a viagem do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) à Índia, onde participará das comemorações pelo Dia da República e assinará acordos bilaterais, Mourão assumiu o comando do Palácio Planalto interinamente. A declaração do vice foi feita na saída de seu gabinete, no anexo do Planalto.

Mourão disse que “aguarda a decisão” do presidente e ressaltou que, se optar por recriar a pasta, a medida terá de passar por aval do Congresso Nacional.

“Vocês sabem que uma decisão dessa natureza [de recriar um ministério] vai para o Congresso. E aí vai o quê? Vai ser votada lá. Tudo aquilo que o Executivo deseja fazer, nem sempre consegue, porque existe um diálogo com o Legislativo”, declarou Mourão.

Em estudo
Na manhã desta quinta, antes de embarcar para a Índia, Bolsonaro disse que o governo estuda a recriação do ministério. Segundo ele, o ministro Sergio Moro, que comanda a pasta que une as duas atividades (Justiça e Segurança Pública), participa das conversas.

O Ministério da Segurança Pública foi criado ainda no governo do ex-presidente Michel Temer e fundido com a pasta da Justiça na reforma da Esplanada feita pelo atual governo.

Últimas notícias