Ex-deputado Índio da Costa é preso pela Polícia Federal no Rio

Ex-candidato a vice-presidente de José Serra seria um dos envolvidos em investigação sobre fraudes nos Correios

Saulo Cruz/Agência CâmaraSaulo Cruz/Agência Câmara

atualizado 06/09/2019 16:57

O ex-deputado federal e ex-candidato a prefeito do Rio de Janeiro Índio da Costa foi preso pela Polícia Federal, nesta sexta-feira (06/09/2019), durante uma operação que investiga fraudes nos Correios. A informação é do blog do Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Segundo a reportagem, a força-tarefa prendeu preventivamente nove pessoas no Rio. Entre elas, o ex-candidato a vice-presidente de José Serra (PSDB-SP), atualmente no Senado, em 2010. Índio já integrou o PFL, PTB, DEM, e PSD.

A operação “Postal Off” visa a desarticulação de um esquema de fraudes no envio de mercadorias pelos Correios. No total, foram expedidos pela 7ª Vara Federal de Florianópolis 12 mandados de prisão e 25 de busca e apreensão. Dados preliminares indicam um prejuízo no valor de R$ 13 milhões. A organização praticava as fraudes, segundo a PF, de forma “habitual e permanente”.

A investigação foi iniciada em novembro de 2018 em razão do primeiro indício de crime encontrado. A PF evidenciou forte atuação do grupo em São Paulo e no Rio de Janeiro, que contava com a participação ativa de funcionários dos Correios.

Últimas notícias