CCJ do Senado aprova convite para Dallagnol explicar conversas vazadas

Na última semana, o site The Intercept Brasil divulgou conversas vazadas entre o ex-juiz Sergio Moro e o procurador da Lava Jato em Curitiba

Vladimir Platonow/Agência Brasil)Vladimir Platonow/Agência Brasil)

atualizado 18/06/2019 14:57

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou o convite para que o procurador Deltan Dallagnol compareça à sessão do colegiado para falar sobre a divulgação de conversas entre ele e o então juiz Sergio Moro.

A presidente da CCJ, Simone Tebet (MBD-MS), lembrou que esse é um convite, pois a comissão não pode convocar ninguém que não esteja subordinado ao Presidente da República. O requerimento é do senador Angelo Coronel (PSD-BA).

Na última semana, o site The Intercept Brasil tornou públicos diálogos do ex-juiz Sergio Moro com procuradores da Lava Jato, sobretudo com Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa em Curitiba. De acordo com o veículo, houve uma suposta troca de colaboração entre eles.

A publicação apresentou uma série de mensagens privadas, gravações em áudio, vídeos, fotos, documentos judiciais e outros itens compartilhados entre os dois.

Moro será ouvido nesta quarta-feira (19/06/2019), também na CCJ do Senado, após o líder do governo na Casa, Fernando Bezerra (MDB-PE), enviar um ofício ao presidente Davi Alcolumbre (DEM-AP) com solicitação de comparecimento do ministro da Justiça.

Últimas notícias