Polícia prende mulher acusada de ser chefe do tráfico no Jacarezinho

Sandra Helena Ferreira Gabriel foi presa em uma praia, em Saquarema, Região dos Lagos. Ela era procurada há três anos pela polícia

atualizado 21/05/2021 19:05

Polícia prende Sandra Helena acusada de chefiar tráfico no JacarezinhoDivulgação/Redes Sociais

Rio de Janeiro – Policiais da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod) prenderam Sandra Helena Ferreira Gabriel, de 55 anos, conhecida como “Sandra Sapatão”, em uma praia do Boqueirão, em Saquarema, nesta sexta-feira (21/5). Ela é acusada de chefiar o tráfico de drogas na comunidade do Jacarezinho, onde no último dia 6, operação da polícia resultou na morte de 27 acusados de envolvimento com criminosos e do policial civil André Frias, 48 anos, que era lotado na Dcod.

O Dique-Denúncia oferecia recompensa de R$ 1.600 para informações que levassem à captura da suspeita, procurada desde 2019. Ela tem três mandados de prisão expedidos pela Justiça.

“A ação que culminou com a prisão da Sandra Helena é fruto de um tripé: inteligência, investigação e ação. Houve coleta de dados na operação do último dia 6 na comunidade do Jacarezinho. A partir daí, iniciamos uma investigação para esmiuçar as informações que possibilitaram a prisão dela no balneário”, afirmou o delegado Marcus Amim, titular da Dcod.

Em dos  inquéritos da polícia, ela é acusada de ter participado de um tiroteio que resultou na morte do policial militar Michel de Lima Galvão, de 32 anos, durante uma operação no Jacarezinho, em 2017. Nesta sexta-feira, o ministro Edson Fachin determinou que o Ministério Público Federal investigue se a ação no Jacarezinho cumpriu a ordem da Corte de ocorrer apenas em caso excepcional.

Mais lidas
Últimas notícias