Polícia Civil deflagra Operação Lótus contra rede de pedofilia no país

Operação visa cumprir 68 mandados de busca e apreensão em 18 estados e no Distrito Federal

atualizado 18/05/2021 9:43

Istock

São Paulo – Neste 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, a Polícia Civil do Rio de Janeiro deflagrou a Operação Lótus, contra uma rede nacional de exploração sexual infantil.

A ação visa cumprir 68 mandados de busca e apreensão em 18 estados e no Distrito Federal. Até o momento, cinco homens foram presos no Rio.

A Lótus é coordenada pelo pelo titular da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima, o delegado Adriano França. Em nota, o órgão afirmou que esta é uma das maiores investigações contra pedofilia no país.

“Após quase um ano de investigação, foi identificado na rede mundial de computadores diversos grupos que trocavam fotos e vídeos com imagens estarrecedoras de crianças com meses de idade até adolescentes com idades variadas praticando cenas de sexo explícito ou de cunho pornográfico”, diz o comunicado.

Não há mandados de prisão, mas se os alvos da operação forem pegos em flagrante serão presos.

A operação tem alvos na Bahia (5), Ceará (3), Distrito Federal (1), Espírito Santo (3), Goiás (5), Maranhão (1), Mato Grosso (2), Minas Gerais (06), Pará (4), Paraná (1), Pernambuco (2), Piauí (1), Rio de Janeiro (9), Rio Grande do Norte (1), Rio Grande do Sul (6), Rondônia (1), Santa Catarina (1), São Paulo (15) e Sergipe (1).

Últimas notícias