Polícia faz nova perícia em prédio onde Miguel caiu do 9º andar

Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) trabalha com a hipótese de o menino ter caído após se apoiar em uma grade, que estava quebrada

atualizado 08/06/2020 11:46

Uma nova perícia foi realizada na manhã desta segunda-feira (08/06) no edifício em Recife (PE) onde o menino Miguel Otávio de Santana, de 5 anos, morreu após cair do 9º andar.

De acordo com informações do portal G1, os peritos chegaram no local por volta das 10h. Não foram divulgadas novas informações à imprensa, segundo a reportagem.

A Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) trabalha com a hipótese de o menino ter caído após se apoiar em uma grade, que estava quebrada. Marcas de sandália foram encontradas no local.

O caso

Miguel Otávio morreu na última terça-feira (02/06). A primeira-dama de Tamandaré (PE), Sari Corte Real, que empregava a mãe do menino, foi autuada por homicídio culposo.

A mulher é flagrada ao colocar o menino no elevador, sozinho, e apertar botões aleatórios. Ela pagou fiança de R$ 20 mil e vai responder pelo crime em liberdade.

0

Últimas notícias