*
 

O ex-prefeito de São Paulo e deputado federal Paulo Maluf permanece internado no Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista, com diagnóstico de trombose venosa profunda no membro inferior esquerdo, incontinência urinária, metástase óssea na região sacral decorrente do câncer de próstata, alterações da marcha com perda de força muscular e atrofia em ambas as pernas. As informações constam em boletim médico divulgado neste noite (11/4).

Segundo hospital, a situação confere ao paciente a condição de cadeirante. Maluf está recebendo tratamento e vem apresentando melhora, mas ainda sem previsão de alta para os próximos dias, diz o boletim.

O deputado estava cumprindo pena definitiva, no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, por ter sido condenado pelo crime de lavagem de dinheiro. No entanto, no fim de março, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli concedeu a ele o direito à prisão domiciliar. Para ele, exames protocolados pelos advogados do deputado demostraram que Maluf passava por graves problemas de saúde e não poderia continuar na prisão.

A progressão da pena está em discussão pelo STF, que precisa analisar o mérito da decisão de Dias Toffoli, e é questionada pela juíza da Vara de Execuções Penas do Distrito Federal, Leila Cury, para quem o parlamentar pode cumprir a sentença em regime integralmente fechado.