Operação no Jacarezinho representou 24% das mortes em ações policiais

Instituto de Segurança Pública do Rio contabilizou 111 mortes em maio relacionadas a incursões de agentes civis ou militares

atualizado 24/06/2021 11:46

Parede branca com marca de tiros no JacarezinhoFoto: Aline Massuca/Metrópoles

O Estado do Rio registrou 111 mortes em maio decorrentes de ações policiais, de acordo com o Instituto de Segurança Pública (ISP). 

Deste total, 24,3% (ou 27 mortes) correspondem ao resultado de apenas uma ação policial: a operação da Polícia Civil no Jacarezinho, em 6 de maio, classificada como a mais letal da história do território fluminense.

Um policial, o inspetor André Leonardo de Mello Frias, também foi morto durante a operação.

Apesar da ação no Jacarezinho, de acordo com ISP, o mês de maio registrou uma queda mensal de 21,8% diante dos 142 casos de abril, como mencionou reportagem do Globo.

Na comparação com o mesmo período no ano passado, também houve redução. Em maio de 2020, o ISP contabilizou 130 óbitos.

Últimas notícias