“O mais humano dos deuses”, diz Boulos sobre Maradona

Astro argentino lutava há anos contra a dependência química e alcoólica, tinha saúde fragilizada e precisou fazer uma cirurgia no cérebro

atualizado 25/11/2020 16:24

Guilherme BoulosReprodução

O candidato a prefeito de São Paulo Guilherme Boulos (Psol) lamentou a morte do ex-jogador de futebol argentino Diego Maradona. O craque faleceu, nesta quarta-feira (25/11), após sofrer uma parada cardiorrespiratória em casa, na Argentina.

“Hoje perdemos Maradona, o ‘mais humano dos deuses’, nas palavras de Galeano. Obrigado por tudo, gênio”, agradeceu o político.

Hospitalização

Diego Maradona passou por uma cirurgia no cérebro na última semana, por conta de um hematoma subdural. Após a cirurgia, ele ficou internado por conta de uma anemia e uma desidratação, agravadas pelas crises de abstinência do jogador, que tem problemas com bebidas alcóolicas.

Ele recebeu alta para se recuperar em casa, mas sofreu uma parada cardiorrespiratória e não resistiu. 

0

Últimas notícias