“Nunca quis ser um exemplo”: relembre frases marcantes de Maradona

Um dos maiores jogadores da história do futebol faleceu nesta quarta-feira (25/11), aos 60 anos

atualizado 25/11/2020 15:36

Maradona sorrindoRodrigo Valle/Getty Images

Com um talento indiscutível dentro dos gramados e frases marcantes fora das quatro linhas, “Dom” Diego Armando Maradona morreu nesta quarta-feira (25/11), aos 60 anos, em sua casa, em Tigre, na Argentina, vítima de uma uma parada cardiorrespiratória.

Tanto sua carreira, quanto a vida pessoal ficaram marcadas por posicionamentos singulares, seja na esfera política ou sobre a dependência química que o acompanhou ao longo dos anos.

O Metrópoles separou algumas das frases do ídolo argentino em diversos campos sociais. Veja:

0

 

Maradona nunca escondeu o fato de ser um dependente químico. “Eu era, sou e serei um viciado em drogas”, disse  em 1996, em entrevista à revista “Gente”. “Estou perdendo por nocaute”, relembrou sobre a doença, em 2004 em entrevista à rede argentina “Canal 9”.

“A primeira vez que me droguei foi na Europa, em 1982. Eu tinha 22 anos e foi para provar como era”

Com pensamentos alinhados a esquerda, o craque demonstrava apoio ao líderes do regime. “Somos chavistas até a morte. E quando Maduro ordenar, estou vestido de soldado para uma Venezuela livre, para lutar contra o imperialismo e aqueles que querem se apoderar de nossas bandeiras, que é o mais sagrado que temos”, declaração de 2017 nas redes sociais.

Ainda no campo político: “Bush é um assassino, prefiro ser amigo de Fidel”, em 2003, em uma visita à China.

Sobre o gol que lhe rendeu o apelido de “Mão de Deus”, Maradona declarou: “Muitos dizem que marquei com a mão. Eu digo que fiz isso com a cabeça e a mão de Deus”.

“Muitas vezes me dizem: você é Deus. E eu respondo: vocês estão equivocados. Deus é Deus e eu sou simplesmente um jogador de futebol”, em 1991.

Formado nas categorias de base do Argentino Juniors, Maradona nunca escondeu sua paixão por outra equipe argentina – o Boca Juniors. “Ganhar do River é como ganhar um beijo de bom dia da sua mãe após acordar”, disse.

Sobre as comparações com o Pelé, apesar da amizade, Maradona já alfinetou o brasileiro. “Se Pelé é Beethoven, eu sou Ron Wood, Keith Richards e Bono, todos juntos”, afirmou.

“Peço só que me deixem viver minha própria vida. Nunca quis ser um exemplo”, declarou em 1998.

“Ganhar à Inglaterra foi mais do que vencer uma equipa de futebol, foi vencer um país. Dissemos que o desporto nada tinha a ver com as Malvinas, mas sabíamos que morreram muitos argentinos na guerra, baleados como pássaros. Aquilo foi a nossa vingança.” disse em 2000.

“Se a Argentina ganhar o Mundial, apareço nu no Obelisco”, afirmou em 13 de Março de 2013. No ano seguinte, a seleção Argentina foi finalista da Copa do Mundo no Brasil.

Vídeos
Últimas notícias