Moro sobre Lula: “Provas apontam que ele se corrompeu”

Ministro participa do evento "Suprem em Ação". O Metrópoles é um dos apoiadores do debate, que é realizado em Brasília

atualizado 10/12/2019 15:25

Andre Borges/Metrópoles

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou nesta terça-feira (10/12/2019), que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) “infelizmente se corrompeu”. Ele diz que as provas confirmam a “culpa” do petista.

“O ex-presidente foi considerado culpado por corrupção e lavagem de dinheiro em várias instâncias da Justiça”, disse Moro. E completou: “Então, a situação dele é no sentido de que as provas apontam que ele infelizmente se corrompeu”.

Questionado sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que abriu brecha para a soltura de Lula, Moro disse que essa questão faz parte do passado.

0

“Eu não tenho mais nenhuma responsabilidade sobre o que prossegue na Justiça contra ele. Não é mais minha contribuição”, declarou o ministro.

Moro participou, com outras autoridades, do Seminário Supremo em Ação, em Brasília, na manhã desta terça-feira (10/12/2019). O evento é uma realização do Instituto de Estudos Jurídicos Aplicados (IEJA) em parceira com o Metrópoles, veículo oficial do projeto.

Últimas notícias