Lira e Pacheco decidem rumos da reforma tributária em café da manhã

Encontro também deve marcar saída de Aguinaldo Ribeiro da relatoria da matéria na Câmara. Comissão não será prorrogada

atualizado 04/02/2021 12:36

Lira e PachecoRafaela Felicciano/Metrópoles

Um dia após a abertura do ano legislativo, os recém-eleitos presidentes do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), se reuniram para um café da manhã. O encontro ocorreu na manhã desta quinta-feira (4/2), na residência oficial do Senado. Participaram da reunião o senador Roberto Rocha (PSDB-MA) e o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB).

Rocha é o presidente da comissão mista que elabora a reforma tributária, enquanto Ribeiro é o relator da proposta. Tida como prioritária pelos presidentes recém-eleitos e pelo governo federal, a pauta quer definir mudanças sobre a cobrança de tributos.

Em rápida conversa com jornalistas, o presidente da comissão afirmou que não há a intenção de prorrogar, mais uma vez, o prazo para fins dos trabalhos da força-tarefa. Caso não haja prorrogação, a comissão mista da reforma tributária se encerra em 31 de março.

Rocha afirmou pretender que a matéria vá a plenário “até o meio do ano”.

“Seria de fato depois do Carnaval, que é quando o Brasil político começa. A gente quer antecipar e está antecipando. Queremos aproveitar o Carnaval para concluir o relatório”, disse.

Rocha afirmou que o encontro marcado pelos presidentes para esta manhã é também para dar celeridade à elaboração do texto.

“Comissão mista foi criada para conciliar as propostas. O governo não formalizou, mas tem duas propostas. A gente quer que esse relatório seja apreciado pela comissão mista e, depois, segue o ritmo normal. Encerrada a comissão, aí sim vai se discutir [a reforma] no Senado e na Câmara”.

No encontro, Lira também deve discutir a saída de Ribeiro da relatoria da reforma na Câmara dos Deputados.

0

Últimas notícias