Gilmar Mendes fala em “escândalo” na 7ª Vara no Rio; Bretas nega

"Nego veemente qualquer suposta irregularidade", disse o juiz federal. Ministro do STF falou que há comentários negativos sobre Bretas

atualizado 09/03/2021 16:20

Reprodução/Twitter

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta terça-feira (9/3), que há um “escândalo” para vir à tona sobre a 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, comandada pelo juiz federal Marcelo Bretas. As declarações foram dadas durante o julgamento da suspeição do ex-juiz Sergio Moro, na 2ª Turma da Corte.

“O que se fala da 7ª Vara federal do Rio é de ‘corar frade de pedra'”, começou Gilmar Mendes. O ministro ainda disse não saber como “o escândalo ainda não veio à tona”.

Em resposta às falas de Gilmar Mendes, Bretas disse que “nega veementemente” qualquer possibilidade de irregularidades na 7ª Vara.

“Como Juiz Federal há mais de 23 anos, 6 dos quais como titular da 7ª Vara Federal no Rio de Janeiro, e com a consciência tranquila da lisura do trabalho ali desempenhado, nego veemente qualquer suposta irregularidade”, escreveu o juiz federal.

Mais lidas
Últimas notícias