Defesa de Flordelis entrega passaporte da deputada após ordem da Justiça

A parlamentar virou ré no processo e é apontada pela polícia e pelo Ministério Público do Rio como a mandante do crime

atualizado 25/08/2020 20:17

Binho Dutra/Divulgação

A defesa da deputada federal Flordelis (PSD) entregou, na manhã desta terça-feira (25/8), o passaporte da parlamentar à Justiça. De acordo com a decisão da juíza Nearis dos Santos Carvalho, da 3ª Vara Criminal de Niterói (RJ), Flordelis tinha 24 horas para entregar o documento.

Oito pessoas foram presas suspeitas de envolvimento na morte do pastor Anderson do Carmo. Cinco são filhos de Flordelis, além de uma neta.

A deputada virou ré no processo e é apontada pela polícia e pelo Ministério Público do Rio como a mandante do crime.

Por ter imunidade parlamentar, Flordelis não pôde ser presa, mas está impedida de deixar o país. Agora, mensalmente, ela deve comparecer à Justiça para justificar as suas atividades e assinar o boletim de frequência.

Flordelis também está proibida pela Justiça de manter contato com qualquer testemunha ou réus no processo.

0

 

Últimas notícias