Após posse de Fux, ao menos 4 autoridades testaram positivo para Covid-19

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a presidente do TST e dois ministros do STJ tiveram resultados positivos para o coronavírus

atualizado 16/09/2020 17:25

Cerimônia posse do ministro Luiz Fux na presidência do Supremo Tribunal Federal STFIgo Estrela/Metrópoles

Após a cerimônia de posse do novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, ao menos quatro autoridades presentes anunciaram que testaram positivo para o novo coronavírus. Fux havia informado, na última segunda-feira (14/9), quatro dias depois de assumir o comando da Corte, que está com o vírus.

Até agora, confirmaram o resultado positivo para a Covid-19 o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Maria Cristina Pedruzzi, e dois ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) – Luís Felipe Salomão e Antonio Saldanha Palheiro. Pedruzzi está internada em um hospital particular de Brasília.

Outros quatro integrantes do STJ e um ministro aposentado foram à cerimônia. O presidente do tribunal, Humberto Martins, e os colegas Benedito Gonçalves, Marco Aurélio Bellizze e Joel Ilan Paciornik, além de Hamilton Carvalhido (aposentado), estão sendo monitorados. Martins já fez o teste e recebeu resultado negativo.

Os quatro participaram da solenidade presencial de posse do ministro Fux. Além deles, estavam presentes outras autoridades, como o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) – que já teve a doença –; o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) – também já infectado e curado –; o procurador-geral da República, Augusto Aras; e o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz.

Para a realização da cerimônia do plenário, na bancada dos ministros e na mesa de honra foram instaladas divisórias em acrílico, em caráter provisório, para a criação de espaços individuais e de proteção contra o vírus. A solenidade presencial teve 50 dos 250 lugares do plenário do STF liberados para convidados.

Assim como ministros da Corte, familiares e amigos mais próximos de Fux e da ministra Rosa Weber, empossada no cargo de vice-presidente do STF, também puderam participar presencialmente da reunião.

Quando anunciou que testou positivo para o coronavírus, o presidente do STF afirmou que pegou a doença em um almoço de família. Ele seguirá conduzindo os julgamentos da Corte, mas de casa, no Rio de Janeiro, por videoconferência.

Procurado, o STF ainda não informou se os servidores da Casa realizaram testes de Covid-19 e se haverá novo protocolo.

Veja fotos da posse:

0

 

Últimas notícias