INSS faz vistorias e anuncia volta de perícias, mas médicos reagem: “Chance zero”

O instituto e os profissionais travam uma queda de braço por causa da reabertura de agências em meio à pandemia de coronavírus

atualizado 16/09/2020 16:21

Hugo Barreto/Metrópoles

O presidente do Instituo Nacional do Serviço Social (INSS), Leonardo Rolim, realizou vistorias em agências de perícia no Distrito Federal, nesta quarta-feira (16/9), e afirmou que os atendimentos presenciais serão retomados a partir desta quinta-feira (17/9) naquelas que forem aprovadas.

Segundo Rolim, ao menos 151 agências em todo o país já foram vistoriadas. “Nosso objetivo é único: voltar ao trabalho. Nós temos um compromisso. É hora de retomada, obviamente atendendo todas as recomendações de segurança”, disse.

Veja vídeo da vistoria:

Apesar das falas de Rolim, a Associação Nacional de Médicos Peritos (ANMP) afirmou que não vai retomar os trabalhos em agências vistoriadas nesta quarta-feira pelo INSS, em meio à pandemia de coronavírus. A entidade diz que “desconhece” as inspeções realizadas nesta quarta.

A ANMP acusa o INSS de adulterar o checklist de obrigações para a retomada das perícias, “flexibilizando e relativizando itens essenciais como limpeza, segurança, ventilação e equipamentos”. Essa lista é parte de uma portaria para determinar as novas inspeções nas agências.

“Nós desconhecemos isso como vistoria. Não havia ali nenhum técnico de carreira gabaritado a emitir qualquer juízo de valor sobre os componentes da avaliação. Aquilo foi uma ‘inspeção’ política, visita de chefes a uma agência”, afirma Francisco Cardoso, vice-presidente da ANMP.

“A chance é zero. A essa hora não dá mais para organizar a lista de vistoria. O INSS não nos forneceu nada”, diz Cardoso. Segundo o INSS, a ANMP foi chamada a participar das vistorias, mas não compareceu.

0

Últimas notícias