Indígena yanomami de 15 anos morre em decorrência do coronavírus

O adolescente estava internado desde o dia 03/04, após apresentar um quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG)

Adolescente yanomami morto por coronavírusReprodução

atualizado 10/04/2020 11:17

O indígena yanomami de 15 anos que estava internado em decorrência do novo coronavírus morreu na noite dessa quinta-feira (09/04). Ele estava em uma Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Geral de Roraima (HGR).

O adolescente foi internado no dia 3 de abril, após apresentar um quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

Ele nasceu na aldeia Rehebe, dentro da Terra Indígena Yanomami, mas nos últimos anos estava morando em Alto Alegre (RR) para estudar.

O estado de Roraima tem 63 casos confirmados de Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. A primeira morte foi registrada no último dia 3. A vítima era um homem de 60 anos que estava internado no HGR.

O Instituto Socioambiental (ISA) e o Conselho Indigenista Missionário (Cimi), no entanto, denunciam a subnotificação de casos da doença Segundo as duas entidades, outros indígenas teriam morrido em decorrência do coronavírus, mas não houve registro.

As duas mortes levaram o Ministério Público Federal (MPF) a investigar os casos. (Com informações da Agência Brasil)

Últimas notícias