Marina Silva anuncia que vai disputar vaga a deputada federal por SP

Ex-ministra do Meio Ambiente estava cotada para a vice na chapa de Fernando Haddad (PT) ao governo paulista

atualizado 29/06/2022 14:50

Hugo Barreto/Metrópoles

A ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva (Rede) anunciou, nesta quarta-feira (29/6), que vai disputar uma vaga na Câmara dos Deputados por São Paulo. O lançamento da pré-candidatura vai ocorrer no próximo sábado (2/7).

“Considero que, assim, posso colaborar com o objetivo estratégico de mobilizar o Brasil para o grande desafio da reconstrução e construção de políticas públicas capazes de enfrentar o crescimento intolerável das desigualdades, recuperar a economia em bases sustentáveis e preparar o estado e o país para a urgente transição necessária para nos adaptarmos às mudanças climáticas”, escreveu Marina ao anunciar a decisão.

Presidente, governador e senador: veja quem são os pré-candidatos nas Eleições 2022

Marina era a “vice dos sonhos” de Fernando Haddad (PT) para a disputa ao Palácio dos Bandeirantes, mas aliados do petista sabiam das dificuldades para convencê-la. A Rede queria ela disputasse uma vaga na Câmara dos Deputados para servir como puxadora de votos e garantir o cumprimento da cláusula de barreira pelo partido.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Marina Silva 💚 (@_marinasilva_)

O PT em São Paulo tem um acordo com a Rede e com o PSol, partidos que formaram uma federação. Um deles deve ficar com a vaga de vice e o outro, do Senado. Até o momento, nenhum nome foi definido, mas tudo se encaminha para que o posto de candidato a senador fique com o PSol, enquanto os petistas se esforçavam, há meses, para trazer Marina para a chapa de Haddad, a fim de atrair um eleitor mais de centro.

As convenções partidárias que definirão os candidatos e chapas vão ocorrer entre 20 de julho e 5 de agosto.

Mais lidas
Últimas notícias