Heleno alega que alerta da CIA sobre eleições “jamais aconteceu”

Agência de notícias informou que a CIA reclamou de declarações de Bolsonaro questionando urnas. GSI respondeu que "não recebe recados"

atualizado 05/05/2022 19:59

Ministro Augusto Heleno, do GSIRafaela Felicciano/Metrópoles

O governo brasileiro está reagindo à notícia divulgada nesta quinta-feira (5/5), pela agência de notícias Reuters, de que o diretor da Agência de Inteligência dos Estados Unidos (CIA), William Burns, teria dito a integrantes do governo Jair Bolsonaro que o presidente deveria deixar de questionar a integridade das eleições no país.

O alerta teria sido feito em reunião realizada no mês de julho de 2021, de acordo com fontes ouvidas pela Reuters.

Participando da live semanal do presidente Bolsonaro, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, chamou o relato de “notícia falsa”.

“Lógico que nas conversas sobre a área de inteligência que nós tivemos, que foram produtivas e muito interessantes, essa conversa sobre eleições jamais aconteceu. Não sei de onde saiu essa narrativa, isso nunca aconteceu. Não houve nenhuma troca de ideia sobre eleições nem nos Estados Unidos nem aqui. Então, essa foi uma notícia falsa”, disse Heleno, na noite desta quinta.

O GSI também reagiu institucionalmente com uma nota divulgada há pouco:

“A agenda com o diretor da CIA foi devidamente divulgada. Os assuntos tratados, em reuniões, na área de inteligência, são sigilosos. O GSI não recebe recados de nenhum país do mundo, nem os transmite. Temos um excelente corpo de diplomatas e adidos para tratar dos interesses nacionais”, diz o texto.

O próprio Bolsonaro teve uma reunião com Burns no dia 1º de julho do ano passado, mas o tema não foi revelado. Estiveram presentes o então embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman; o então diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem; e os ministros Heleno e Braga Netto, que estava na Defesa.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias