Tema da redação do Enem 2021 é “Invisibilidade e registro civil”

Primeira etapa do exame ocorre neste domingo (21/11). Além da redação, são aplicadas questões de linguagens e códigos e ciências humanas

atualizado 21/11/2021 15:15

Fotografia colorida de prova do enem 2019 nas mãos de canditadoFabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2021 é “Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil”. O tópico é o mesmo para as duas versões do Enem: impressa e digital. O ministro da Educação, Milton Ribeiro, anunciou o tema em seu Twitter na tarde deste domingo (21/11).

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a redação deve ser do tipo dissertativo-argumentativo, com até 30 linhas, desenvolvida a partir da situação-problema proposta e de subsídios oferecidos pelos textos motivadores. O texto precisa ser opinativo e organizado para a defesa de um ponto de vista.

Os critérios de correção da redação estão detalhados na Página do Participante. Entre as razões que podem zerar a nota no exame estão: fuga ao tema proposto, extensão total de até sete linhas, trecho deliberadamente desconectado do tema proposto, não obediência à estrutura dissertativo-argumentativa e desrespeito à seriedade do exame.

Na edição 2020, o tema da redação foi “O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira”.

A primeira etapa do exame ocorre neste domingo em todo o país. Além da redação, o primeiro dia de provas tem 45 questões de linguagens e códigos e 45 questões de ciências humanas. Os candidatos têm até as 19h para terminar a prova.

No segundo dia de exame, 28 de novembro, serão 45 questões de ciências da natureza e 45 perguntas de matemática.

Este ano, 3.109.762 pessoas se inscreveram para realizar as provas, menor número registrado desde 2005.

0

Mais lidas
Últimas notícias