Dólar fecha em alta em dia de anúncio de Haddad na Fazenda

A moeda americana terminou o dia avançando 0,57%, negociada a R$ 5,24 na venda; cotação máxima do dólar no dia foi de R$ 5,28

atualizado 09/12/2022 17:12

Imagem colorida mostra o ex-ministro Fernando Haddad (PT) - Metrópoles Igo Estrela/Metrópoles

O dólar encerrou a sessão desta sexta-feira (9/12), dia do anúncio de Fernando Haddad (PT) como futuro ministro da Fazenda, em alta.

A moeda americana terminou o dia avançando 0,57%, negociada a R$ 5,24 na venda.

Com o resultado, a moeda registra alta acumulada de 0,82% em dezembro. No acumulado do ano, a queda é de 5,92% frente ao real.

O dólar manteve a tendência de alta desde o início da sessão. No fim da manhã, Haddad foi anunciado pelo presidente eleito Luiz inácio Lula da Silva (PT) como ministro da Fazenda a partir de 1º de janeiro de 2023.

A cotação máxima do dólar na última sessão desta semana foi de R$ 5,28. Na mínima do dia, a moeda foi negociada a R$ 5,21.

Na véspera, o dólar fechou em ligeira alta de 0,2% e terminou cotado a R$ 5,21 na venda.

Ibovespa

Principal índice da Bolsa de Valores brasileira, o Ibovespa também operou em alta durante praticamente todo o dia.

Às 16h54, o indicador subia 0,52%, aos 107.811,04 pontos. A cotação máxima do dia foi de 108,5 mil pontos. A mínima chegou aos 107 mil pontos.

Segundo os analistas, a alta da Bolsa é sustentada pelo bom desempenho de ações ligadas às commodities. O índice manteve-se positivo após a indicação de cinco ministros do governo Lula, entre os quais Haddad.

O volume negociado no pregão, de R$ 15 bilhões, foi menor do que o normal em dia de jogo do Brasil contra a Croácia pelas quartas de final da Copa do Mundo do Catar (a Seleção Brasileira perdeu nos pênaltis e foi eliminada).

Mais lidas
Últimas notícias