Caixa anuncia datas do auxílio de R$ 1 mil a caminhoneiros e taxistas

Benefícios foram assegurados com sanção da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Auxílios

atualizado 05/08/2022 16:04

carros estacionados em fileira. Todos são Táxi- MetroplesFelipe Menezes/Metrópoles

A Caixa Econômica Federal apresentou, nesta sexta-feira (5/8), o calendário de pagamento do auxílio financeiro a caminhoneiros e taxistas assegurados pela aprovação e sanção da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Auxílios.

Os benefícios serão pagos em conta poupança digital aberta no nome dos beneficiários. A criação da conta ocorrerá de forma automática e o usuário poderá acompanhar a movimentação pelo aplicativo Caixa Tem.

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

Caminhoneiros

No que diz respeito ao auxílio aos caminhoneiros, o primeiro pagamento será realizado já na próxima terça-feira (9/8). A previsão é de que a última parcela seja debitada em 17 de dezembro.

Ao todo, os beneficiários poderão receber R$ 1 mil para ajuda de custo, com exceção deste mês, quando serão repassadas duas parcelas (julho e agosto). Além deste mês, são previstas parcelas para os dias: 24 de setembro; 22 de outubro; 26 de novembro; e 17 de dezembro.

Vale ressaltar que a ajuda só é prevista aos profissionais cadastrados no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC) até 31 de maio de 2022. O cadastro é feito pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Taxistas

O benefício previsto aos taxistas, por sua vez, começará a ser pago um pouco mais tarde, no próximo dia 16/8. Trata-se de um pagamento mensal de até R$ 1 mil, que também se encerrará no final deste ano. Para isso, é preciso que o trabalhador esteja regularmente registrado na prefeitura de seu estado até 31 de maio.

Confira o calendário de parcelas da categoria: 

  • 1ª e 2ª parcelas: 16 de agosto;
  • 1ª e 2ª parcelas: 30 de agosto (repescagem);
  • 3ª parcela: 24 de setembro;
  • 4ª parcela: 22 de outubro;
  • 5ª parcela: 26 de novembro; e
  • 6ª parcela: 17 de dezembro.

Mais lidas
Últimas notícias