Bolsa dispara, com alta acima de 4%, e dólar cai na manhã após 1° turno

Até o meio-dia, Ibovespa registrava alta expressiva e moeda norte-americana apresentava recuo

atualizado 03/10/2022 12:51

Dinheiro Hugo Barreto/Metrópoles

O resultado do primeiro turno das eleições repercutiu nas negociações da Bolsa de Valores e no câmbio desta manhã de segunda-feira (3/10). O Ibovespa, próximo das 12h, saltou 4,83%, acima dos 115 mil pontos. O dólar registrava, no mesmo horário, queda acentuada de 3,7% e era negociado a R$ 5,19.

No fechamento da última sexta-feira (30/9), às vésperas do primeiro turno, a moeda americana encerrou valorizada e foi negociada a R$ 5,39. 

O resultado de domingo refletiu a expectativa dos investidores a respeito de um segundo turno entre o presidente Jair Bolsonaro (PL) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Entretanto, houve maior aperto entre os dois no desfecho total, o que foi surpresa para o mercado. 

Já a formação da nova legislatura do Congresso Nacional traz mais “ânimo” por dois motivos. O primeiro é que há uma quantidade maior de deputados “pró-mercado” entre os eleitos. Segundo, tanto PT quanto PL formaram fortes bancadas, podendo dar maior “governabilidade” ao presidente da República que se eleger. 

O Boletim Focus ainda está sendo digerido pelos mercados, mas já apresentou nova expectativa de queda da inflação, de 5,88% para 5,74%, como noticiou o Metrópoles nesta manhã.

Mais lidas
Últimas notícias