*
 

Mais dois ônibus foram queimados na madrugada desta quarta-feira (6/6) em Minas Gerais no quarto dia consecutivo de ataques no estado. Segundo a Polícia Militar, os incêndios agora ocorreram em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte. Um dos veículos era de linha, o outro, de turismo.

Ninguém ficou ferido. Até agora, mais de 50 ônibus foram incendiados ou depredados no estado. As ocorrências em Neves são semelhantes às verificadas nos dias anteriores. Os criminosos param os ônibus, geralmente de madrugada, os motoristas são rendidos, retirados e os veículos são queimados.

Os incêndios da madrugada desta quarta (6/6) acontecem um dia após a afirmação do governador do estado, Fernando Pimentel (PT), sobre os ataques a coletivos e prédios públicos em Minas estarem ocorrendo em retaliação a um suposto rigor do funcionamento do sistema prisional e à existência de bloqueadores de celular em penitenciárias.

Para Pimentel, os ataques foram ordenados por uma facção criminosa, mas ele não especificou qual. Na segunda-feira (4/6), informações provenientes da investigação da polícia falavam sobre ataques coordenados pelo Primeiro Comando da Capital (PCC).