Daniel Miranda Pontes Rogério é exonerado de diretoria do Inep

O instituto informou que o então Diretor de Tecnologia e Disseminação de Informações Educacionais pediu demissão por "motivos pessoais"

atualizado 22/09/2021 20:41

Divulgação/Inep

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou, nesta quarta-feira (22/9), que o Diretor de Tecnologia e Disseminação de Informações Educacionais, Daniel Miranda Pontes Rogerio, foi exonerado.

De acordo com o órgão, a decisão partiu de Rogerio, “por motivos pessoais”.

“O Inep reforça que a saída do diretor não compromete o desenvolvimento das ações do Instituto e que a DTDIE possui equipe capacitada e especializada para dar continuidade ao desenvolvimento das ações da área”, diz nota.

O Inep agradeceu o trabalho desempenhado por Daniel Rogerio à frente da diretoria e desejou “sucesso” na trajetória.

Especialista em ciência da computação e em redes de computadores, Daniel Rogerio é servidor público de carreira desde 2010, do cargo de analista em tecnologia da informação do Ministério da Economia, e estava à frente da diretoria desde 9 de abril deste ano.

Exonerados após Enem

Em fevereiro deste ano, o órgão informou a exoneração do então presidente, Alexandre Ribeiro Pereira Lopes. A demissão foi assinada pelo ministro da Casa Civil, Walter Souza Braga Netto.

Alexandre Lopes comandou o instituto durante a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em meio à pandemia. O exame foi marcado por muitas aglomerações e queixas dos estudantes de desorganização.

Essa crise também resultou na demissão do tenente-coronel aviador Alexandre Gomes da Silva da Diretoria de Avaliação da Educação Básica do Inep.

O departamento de Alexandre Gomes, que estava há dois meses no cargo, é responsável pela organização do Enem.

Últimas notícias