Após Enem ficar fora das metas de 2021, Inep nega adiamento das provas

Presidente do Inep, Danilo Dupas, afirmou que trabalha para que o Enem ocorra este ano. Prova não está nas metas globais do Inep

atualizado 13/05/2021 16:46

enemMarcello Casal Jr./Agência Brasil

O corte no Orçamento de 2021 afetou, principalmente, o Ministério da Educação e, consequentemente, a aplicação da prova do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) deste ano. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), porém, negou ao Metrópoles que já tenha decidido o adiamento da prova deste ano para o ano que vem.

Em áudio enviado à reportagem pela assessoria do Inep, de uma reunião de trabalho da Câmara de Educação Básica do Conselho Nacional de Educação (CNE), o presidente Danilo Dupas Ribeiro declara que o “Enem está em processo de planejamento”.

“Tem também a questão da liberação orçamentária, e o Enem está nesse processo de planejamento. Não tinha como eu assinar algo sem ter esses alinhamentos prévios e, nesse meio, vamos definir a data do Enem. Isso impacta a logística, tem outras avaliações sensíveis que estamos engajados para que o Enem ocorra esse ano. E em breve nós vamos alinhar com vocês essa data”, diz Ribeiro.

Já a presidente do CNE, Maria Helena Guimarães de Castro afirmou à imprensa que o Enem deverá ser aplicado apenas em janeiro de 2022. Segundo ela, Ribeiro declarou na reunião que há problemas no orçamento para a realização da prova e que uma portaria deverá ser publicada nesta sexta-feira (14/5) sobre o tema.

Outra portaria publicada nessa quarta (12) no Diário Oficial da União (DOU) traz as metas globais do Inep, mas não incluiu a aplicação do Enem 2021. A portaria em questão previu o planejamento e preparação técnica, mas não o exame.

Vale lembrar que o Enem 2020 também foi aplicado fora de época, com a prova sendo realizada apenas neste ano. O motivo, neste caso, foi a pandemia da Covid-19.

Últimas notícias