Coronavírus: deputado denuncia falta de testagem em Fortaleza

Parlamentar do PV disse que não há disponibilidade de testes rápidos em laboratórios ou hospitais da capital cearense

atualizado 14/04/2020 17:05

O deputado federal Célio Studart (PV-CE) relatou, em publicação feita nas redes sociais nesta terça-feira (14/04), a dificuldade que encontrou para a realização de testagem para o novo coronavírus. O parlamentar suspeita estar infectado, pois vem presenciando sintomas como febre, tosse e dor de cabeça, mas não há disponibilidade de testes rápidos em laboratórios ou hospitais de Fortaleza.

No vídeo, Studart afirma que há apenas a opção de agendamento com espera de duas semanas, em média, para conhecimento dos resultados. Na avaliação dele, o governo federal foi negligente.

“Sequer tenho o direito de saber se estou com corona ou não, e vejam o tanto que isso é um absurdo. Qualquer pessoa pode estar passando pela mesma coisa. E pela falta de testagem, estar contaminando várias pessoas”, desabafou.

 

Ver essa foto no Instagram

 

CURTA e POST STORIES pra AJUDAR na PRESSÃO por TODOS NESSA SITUAÇÃO! Conto com a SUA ORAÇÃO ? Infelizmente, estou com sintomas do coronavírus e assim como muitos não consigo fazer o TESTE RÁPIDO (o modelo que foi orientado para o meu caso – tempo de duração dos sintomas) de jeito nenhum! Estou respeitando o isolamento. Vão esperar acontecer algo mais grave para poder fazer o teste? Milhares de pessoas vão morrer sem saber que tem coronavírus porque o governo está sendo completamente negligente! Testagem massiva já! Isso não pode continuar, é um absurdo! Eu peço que vocês compartilhem esse meu apelo, curtam e marquem os amigos! Isso não pode continuar assim! São vidas! São famílias que irão ficar despedaçadas! O governo não pode mais continuar negligente! Precisamos de testagem massiva já!! Já estamos atrasados!!

Uma publicação compartilhada por Célio Studart (@celiostudart) em

O deputado reforçou ainda a importância do isolamento em casos de suspeita e que a falta de comprovação piora as medidas de proteção e de combate ao vírus. “Não está tendo testagem nem para pessoas que estão apresentando sintomas, isso mostra a incapacidade e irresponsabilidade do governo que negligenciou o que iríamos viver”, afirmou.

“Vou continuar em quarentena tentando trabalhar, dando o meu máximo sem sequer saber o que fazer. Estou aqui vivo, mas posso estar com corona e ter uma piora e quando chegar ao hospital ser tarde demais. Isso é um absurdo. A falta de testagem é o que vai matar milhares de brasileiros”, finalizou Studart.

Últimas notícias