*
 

O Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) avaliará o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo a EFE, os representantes do petista entraram com uma medida cautelar para evitar a prisão do cliente, nesta sexta-feira (6/4).

Julia Gronneve, porta-voz da entidade, transmitiu a informação, mas não divulgou a data da análise.

Os advogados querem que a instituição faça um pedido ao governo brasileiro para tentar impedir a prisão de Lula antes de esgotar todos os recursos jurídicos possíveis. O texto estava assinado por Cristiano Zanin Martins, Valeska Teixeira Zanin e Geoffrey Robertson.

O petista foi condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá.