Com suspeita de Covid-19, ministro da Saúde cancela compromissos oficiais

Chefe da pasta apresenta quadro sintomático semelhante ao de pacientes do novo coronavírus e aguarda resultados de exames

atualizado 20/10/2020 19:42

posse ministro pazuello saude 3Igo Estrela/Metrópoles

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, cancelou os compromissos oficiais da semana após apresentar quadro sintomático semelhante ao de pacientes do novo coronavírus.

O chefe da pasta teve febre nesta terça-feira (20/10) e “mal-estar”. A agenda da semana de Pazuello incluía a participação do ministro no fórum de governadores.

Para esta terça, Pazuello tinha reunião marcada por teleconferência com os deputados federais Laércio Oliveira (PP-SE), Zacharias Calil (DEM-GO) e com Filipe Barros (PSL-PR). Os encontros, contudo, foram cancelados diante da indisposição do ministro.

Vacina chinesa

Ainda nesta terça, o governo brasileiro anunciou a intenção de adquirir 46 milhões de doses da vacina chinesa Coronavac, que está sendo testada no Brasil pelo Instituto Butantan.

De acordo com o Ministério da Saúde, os três acordos – AstraZeneca/Oxford, Covax Facility e Butantan-Sinovac – representarão 186 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 para os brasileiros, a serem disponibilizadas ainda no primeiro semestre de 2021, já a partir de janeiro, na rede pública.

Segundo Pazuello, as doses serão distribuídas no território nacional por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI). “Temos a expertise dos processos que envolvem esta logística, conquistada ao longo de 47 anos de PNI. As vacinas vão chegar aos brasileiros de todos os estados”, afirmou o titular do Ministério da Saúde em nota divulgada pela assessoria de imprensa da pasta.

0

 

Últimas notícias