Covid-19: testes de vacina chinesa começam dia 20 no país. DF está na lista

Coronavac será aplicada na população de cinco cidades. Braço da pesquisa na capital será organizado pela UnB

atualizado 06/07/2020 17:50

imagem de mulher segurando uma vacinaSarayut Thaneerat/Getty

O governador de São Paulo, João Doria, afirmou, nesta segunda-feira (6/7), que os testes da vacina chinesa Coronavac contra a Covid-19 no Brasil começarão no próximo dia 20. Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Paraná e o Distrito Federal, além de São Paulo, participarão do estudo clínico.

Cerca de 9 mil voluntários vão receber a imunização no fim do mês, sendo que parte deles será vacinada com um placebo, para verificar a eficácia do medicamento. Serão recrutados exclusivamente profissionais de saúde para participar da pesquisa. As inscrições podem ser feitas pela internet a partir de 13 de julho.

O Instituto Butantan tem a responsabilidade de organizar o estudo no Brasil. No Distrito Federal, a Universidade de Brasília (UnB) vai administrar as doses e compilar os resultados. Caso a imunização funcione, a expectativa do Butantan é produzir e começar a vacinar a população no meio de 2021.

Apesar da proximidade da data dos testes, segundo a UnB, ainda não foi definido o dia exato em que os estudos com voluntários começarão na capital federal.

0

Os testes da vacina foram aprovados na última sexta-feira (3/7) pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A imunização, que foi produzida na China pela farmacêutica Sinovac Biotech, começou a ser testada em humanos no país asiático e apresentou bons resultados: 90% dos participantes produziram anticorpos contra a Covid-19.

A Coronavac é feita com vírus inativados e deve ser aplicada em duas doses, com intervalo de 14 dias.

Últimas notícias