Chuva ajuda a controlar fogo na região da Chapada dos Veadeiros

Brigadistas e bombeiros comemoraram a chuva na região, que é acometida por incêndios florestais sucessivos desde o dia 12/9

atualizado 25/09/2021 15:50

Queimada na Chapada dos Veadeiros (GO). Ação do CBMDFDivulgação/CBMDF

Goiânia – A chuva que caiu em algumas cidades goianas nessa sexta-feira (24/9) não serviu, apenas, para aliviar o tempo quente e seco. Ela foi essencial para ajudar no controle dos incêndios florestais que atingem a Chapada dos Veadeiros, há quase duas semanas, e que já consumiram mais de 36 mil hectares de vegetação.

Bombeiros e brigadistas comemoraram os pingos d’água que caíram em cidades como Alto Paraíso de Goiás – na Vila de São Jorge -, Colinas do Sul e Cavalcante. A chuva serviu como um alívio, até mesmo para dar uma trégua e descansar as mais de 150 pessoas envolvidas na operação de controle das chamas, na região.

0

A atenção e o cuidado, no entanto, persistem. Um helicóptero sobrevoa a Chapada dos Veadeiros, neste sábado (25/9), para auxiliar no monitoramento e identificar se algum foco de incêndio foi reiniciado ou se mantém aceso.

Durante as últimas duas semanas, o fogo chegou a atingir pontos dentro da área do Parque Nacional da Chapada, mas em locais distantes de onde os turistas costumam ter acesso. Por isso, a visitação foi mantida.

Inquéritos

A administração da cidade de Alto Paraíso chegou a decretar estado de emergência ambiental. E a Polícia Civil de Goiás (PCGO) instaurou cinco inquéritos diferentes para apurar a suspeita de incêndios criminosos. Três desses inquéritos já estão com os suspeitos identificados e a materialidade comprovada, segundo a PCGO.

A investigação recai sobre um fazendeiro que estaria desmatando sua propriedade e perdeu o controle do fogo, um jovem que teria ateado fogo em um lixão no distrito de São Jorge e um terceiro suspeito estaria cortando um objeto na região e uma fagulha caiu no mato, iniciando o incêndio.

No dia 12/9, um grande incêndio florestal começou no interior do Vale da Lua, um dos pontos mais visitados da Chapada. Turistas que estavam no local tiveram de ser retirados às pressas.

Brigadistas voluntários comemoraram a chegada da chuva. Veja:

 

Últimas notícias