Câmara instala Comissão Externa para investigar incêndios no Pantanal

Parlamentares decidem realizar diligências neste sábado e domingo em Mato Grosso devido ao avanço das queimadas

atualizado 16/09/2020 19:11

Pantanal On Fire In Brazil - PF investiga possíveis responsáveis por incêndios no Pantanal em MSGustavo Basso/NurPhoto via Getty Images

Em meio aos incêndios que devastam o Pantanal, a Câmara dos Deputados instala, nesta quinta-feira (17/9), Comissão Externa para investigar as queimadas em biomas brasileiros. O grupo também realiza diligência neste final de semana em Mato Grosso, devido à devastação na região.

O requerimento de criação destaca que “a Comissão Externa tem por base o estado de alerta, calamidade e destruição a que estão submetidos biomas brasileiros como Pantanal, Amazônia e Cerrado, que ardem em chamas por quilômetros e quilômetros de extensão”.

“Queremos levantar as questões atuais do Pantanal, trabalhar com pesquisadores das universidades públicas do estado, produzir relatório que indique a real situação e uma projeção do que se pode fazer para que isso não ocorra mais”, explica a deputada Professora Rosa Neide (PT-MT), autora do requerimento.

A criação da Comissão Externa é uma articulação de parlamentares da Frente Ambientalista da Casa.

Salles

O grupo também protocolou requerimento de informação ao ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, para que ele apresente as medidas adotadas pelo governo federal a fim de enfrentar as queimadas em biomas, especialmente no Pantanal. Sugeriram também a mobilização de militares para o enfrentamento das queimadas.

Salles admitiu, nesta terça-feira (16/9), que o incêndio no Pantanal tomou “proporção gigantesca”. Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Mato Grosso já registrou 25 mil focos de calor – é o maior número em 10 anos.

“Três biomas, apenas considerando o estado de Mato Grosso [Pantanal, Amazônia e Cerrado], estão ardendo em chamas e, lamentavelmente, a necessária ação, firme e coordenada, por parte das estruturas de governo [federal e estadual] e dos próprios poderes legislativos ainda está muito aquém da enorme destruição em curso, que precisa ser enfrentada”, justifica.

0
Diligências

Os parlamentares vão realizar, neste sábado (19/9) e domingo (20/9), diligência ao estado de Mato Grosso em razão da queimada no Pantanal. O grupo já contatou o Ministério da Defesa e a Presidência da República e será acompanhado pela Secretaria do Meio Ambiente de Mato Grosso.

“[A questão dos incêndios] é uma obrigação interfederativa, e a liderança deveria ser do governo federal, mas sabemos que não está sendo assim. Estamos procuramos a presença do governo federal para que o estado [de Mato Grosso] possa ter a condições de evitar a continuidade desse fogo e planejar possíveis ações de controle no futuro”, afirmou Rosa Neide.

O grupo fará sobrevoo na região afetada e se reúne com lideranças locais com comunidades, organizações, federações, universidades e população. As despesas serão custeadas pelos gabinetes dos próprios parlamentares.

Últimas notícias