Caiado afirma que novos lotes de vacina da Covid chegarão em março

Governador anunciou a chegada de mais vacinas e articulação para a aquisição de mais doses de imunizantes contra a Covid-19

atualizado 01/03/2021 19:42

goias caiadoWesley Costa/Divulgação/Governo de Goiás

Goiânia – Até o final desta semana, uma nova remessa de vacinas contra a Covid-19 deve chegar a Goiás, segundo o governador do Estado, Ronaldo Caiado (DEM). O anúncio ocorreu nesta segunda-feira (1°/3). “Um lote pequeno, mas com a previsão de mais 12 milhões de vacinas [da Oxford/AstraZeneca] no mês de março, sendo distribuídas entre todos os Estados”, declarou ele.

Durante um evento na manhã desta segunda, Caiado reforçou que o Estado de Goiás busca adquirir mais doses de vacinas, dentro do Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde. Como anunciado na semana passada, o governador confirmou o encontro com o embaixador russo no Brasil, Sergey Pogóssovitch, na União Química, em Brasília. De acordo com ele, o encontro tem como objetivo saber a capacidade de oferta de vacinas Sputnik V para o país. O laboratório é o responsável pela vacina no Brasil e já vendeu cerca de 10 milhões de doses ao governo brasileiro.

“Vamos todos ombrear essa luta”, declarou Caiado sobre buscar alternativas para ampliar a capacidade de compra de vacinas para o país. O governador citou uma conversa com a senadora Kátia Abreu (PP-TO) e informou que a parlamentar está convocando reuniões com embaixadores e presidentes das maiores empresas e laboratórios do mundo, para que mais doses de imunizantes sejam adquiridas. Ainda segundo ele, o momento é de união de forças.

0
Alerta

Caiado segue fazendo alertas e apelos aos goianos por conscientização. “O pedido que faço é que não tenhamos aglomerações e que compartilhemos ações junto com os governos municipais para ofertarmos o melhor tratamento à população”, explicou ele, ao falar do aumento de leitos na rede pública de Saúde para o tratamento de pacientes com Covid-19 no Estado.

De acordo com dados do Governo de Goiás, o Estado tem atualmente 742 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no entanto, a taxa de ocupação dos mesmos segue acima dos 90%. Na próxima semana, deve ser inaugurado o Hospital de enfrentamento à Covid-19 do Centro-Norte Goiano, no município de Uruaçu. A unidade terá capacidade para mais 200 leitos, 68 de UTI e 118 enfermarias.

Aquisição de vacinas

Já foi aprovado pela Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), o projeto que autoriza o investimento de R$ 60 milhões na compra de 1 milhão de vacinas. Vale ressaltar, que todo o quantitativo adquirido pelo Estado será entregue à União e, posteriormente, divido entre os Estados proporcionalmente, conforme o PNI.

Ao Estado de Goiás, a porcentagem destinada será de 3,33%, ou seja, caso a compra seja de 1 milhão de doses da vacina contra Covid-19, os goianos ficarão com 33.300 doses. Caiado tem ressaltado em suas declarações que não quebrará o PNI.

A possibilidade da compra de imunizantes foi anunciada logo após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que permitiu a obtenção das vacinas por Estados e municípios, caso a União descumpra o Plano Nacional de Imunização.

Vacinação

Na última quarta-feira (24/2), Goiás recebeu 28,8 mil doses da Coronavac e 53 mil da AstraZeneca. Segundo Caiado, essa remessa possibilitará a vacinação de idosos até 78/79 anos de idade.

Últimas notícias