Bolsonaro se “atrasa” em postagem sobre entrega de vacinas da Janssen

A farmacêutica Janssen, que enviaria 3 milhões de doses de vacinas contra a Covid ao Brasil na terça-feira (15/6), adiou a entrega

atualizado 14/06/2021 15:10

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, ao lado do presidente Jair Bolsonaro , durante apresentação das ações para desburocratização e atração de investimentos para setor de turismo 4Igo Estrela/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) publicou um tuíte com atraso sobre a entrega de vacinas da farmacêutica Janssen. O presidente publicou que o país vai receber os 3 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 ao Brasil na terça-feira (15/6). Entretanto, foi comunicado nesta segunda-feira (14/6) que a empresa adiou a entrega dos imunizantes.

Mais cedo, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, confirmou o atraso no envio. A expectativa era que o avião com as 3 milhões de doses do fármaco pousasse em Guarulhos, São Paulo, na terça-feira (15/6).

De acordo com o ministro, a nova previsão é que as vacinas cheguem ao Brasil apenas na quarta-feira (16/6), mas ainda não há um calendário de entregas definido.

Veja o post:

Em comunicado enviado ao Metrópoles, o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, informou que o atraso está ligado a problemas de logística. De acordo com o gestor, a empresa ainda está organizando a carga e ajustando os voos para o Brasil.

Últimas notícias