Bolsonaro nomeia a si mesmo e ministros em Ordem do Mérito Científico

Presidente e os ministros Marcos Pontes, Paulo Guedes e Milton Ribeiro tiveram honraria publicada no Diário Oficial da União

atualizado 04/11/2021 21:06

jair bolsonaro e paulo guedesIgo Estrela/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) incluiu a si mesmo na Ordem Nacional do Mérito Científico por meio de decreto publicado nesta quinta-feira (4/11) no Diário Oficial da União. Além disso, o chefe do Executivo Federal também concedeu a honraria a quatro de seus ministros.

A finalidade dessa ordem honorífica é premiar personalidades nacionais e estrangeiras que fizeram contribuições relevantes para a ciência e a tecnologia.

Seguindo as regras de um decreto de 1992 que criou essa ordem, Bolsonaro se nomeou “Grão-Mestre”, o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, como “Chanceler”; e os ministros das Relações Exteriores, Carlos França, da Economia, Paulo Guedes, e da Educação, Milton Ribeiro, como membros do “Conselho da Ordem Nacional do Mérito Científico”.

O decreto define as autoridades que fazem parte dessa espécie de diretoria da ordem. Essa questão burocrática une nesse colegiado dois ministros de Bolsonaro que não têm se entendido. Após o Ministério da Economia, comandado por Guedes, ter cortado do Ministério da Ciência e Tecnologia uma previsão orçamentária de R$ 690 milhões no início de outubro, o ministro astronauta, Marcos Pontes, reclamou publicamente e acabou sendo chamado de burro pelo colega de Esplanada.

Veja a lista completa de cientistas, professores e pesquisadores que tiveram o trabalho reconhecido e ganharam o título de comendadores da Ordem Nacional do Mérito Científico:

a) Ciências Biológicas:

Fabio de Oliveira Pedrosa, Professor Titular da Universidade Federal do Paraná;

Maria Paula Cruz Schneider, Professora Titular da Universidade Federal do Pará; e

Neusa Hamada, Pesquisadora Titular do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia;

b) Ciências Biomédicas:

Aldo Ângelo Moreira Lima, Professor Titular da Universidade Federal do Ceará;

Fernando de Queiroz Cunha, Professor Titular da Universidade de São Paulo;

Patricia Rieken Macedo Rocco, Professora Titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro; e

Regina Pekelmann Markus, Professora Titular da Universidade de São Paulo;

c) Ciências da Engenharia:

Carlos Emanuel de Souza, Pesquisador Titular do Laboratório Nacional de Computação Científica;

d) Ciências da Saúde:

Adele Schwartz Benzaken, Diretora do Instituto Leônidas & Maria Deane da Fundação Oswaldo Cruz;

Marcus Vinícius Guimarães de Lacerda, Médico da Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado; e

Selma Maria Bezerra Jeronimo, Professora Titular da Universidade Federal do Rio Grande do Norte;

e) Ciências da Terra:

Luiz Antonio Martinelli, Professor Titular da Universidade de São Paulo;

f) Ciências Exatas e da Terra:

Luigi Carro, Professor Titular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul; e

Wagner Meira Junior, Professor Titular da Universidade Federal de Minas Gerais;

g) Ciências Físicas:

Ronald Cintra Shellard, Diretor do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas;

h) Ciências Matemáticas:

Carlos Gustavo Tamm de Araujo Moreira, Pesquisador Titular do Instituto de Matemática Pura e Aplicada;

i) Ciências Químicas:

Aldo José Gorgatti Zarbin, Professor Titular da Universidade Federal do Paraná;

Angela de Lucca Rebello Wagener, Professora Emérita da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro;

Antonio Salvio Salvio Mangrich, Professor Emérito da Universidade Federal do Paraná; e

Marillia Oliveira Fonseca Goulart, Professora Titular Livre da Universidade Federal de Alagoas; e

j) Ciências Humanas:

Alfredo Wagner Berno de Almeida, Pesquisador Sênior da Universidade Estadual do Maranhão; e

José Vicente Tavares dos Santos, Professor Titular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Ordem Nacional do Mérito Científico, na classe de Grã-Cruz, foram reconhecidas as personalidades das seguintes áreas do conhecimento:

I – Ciências Biológicas:

Cesar Gomes Victora, Professor Emérito da Universidade Federal de Pelotas;

Edgar Marcelino de Carvalho Filho, Pesquisador do Instituto Gonçalo Moniz da Fundação Oswaldo Cruz;

Elibio Leopoldo Rech Filho, Pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária;

Fernando Garcia de Mello, Professor Titular aposentado da Universidade Federal do Rio de Janeiro;

Paulo Hilário Nascimento Saldiva, Professor Titular da Universidade de São Paulo;

Paulo Sérgio Lacerda Beirão, Professor Titular aposentado da Universidade Federal de Minas Gerais; e

Protásio Lemos da Luz, Pesquisador Sênior do Instituto do Coração;

II – Ciências da Terra:

Pedro Leite da Silva Dias, Professor Titular da Universidade de São Paulo;

III – Ciências Físicas:

Anderson Steven Leonidas Gomes, Professor Titular da Universidade Federal de Pernambuco; e

IV – Ciências Matemáticas;

Claudio Landim, Pesquisador Titular do Instituto de Matemática Pura e Aplicada.

Por fim, receberão a Medalha Nacional do Mérito Científico as seguintes entidades:

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE ENTIDADES PROMOTORAS DE EMPREENDIMENTOS INOVADORES – ANPROTEC;

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DAS EMPRESAS INOVADORAS – ANPEI; e

CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO – CNPQ

Mais lidas
Últimas notícias