Após filas, governo prorroga cadastro único do Auxílio Brasil

Beneficiários precisam manter informações em dia para ter direito a receber o auxílio, que será de R$ 600 até o fim do ano. Veja as datas

atualizado 14/07/2022 14:25

Auxilio Brasil Hugo Barreto/Metrópoles

O Ministério da Cidadania publicou, nesta quinta-feira (14/7), um novo cronograma para a atualização cadastral do Auxílio Brasil. Os contemplados precisam manter as informações em dia para ter direito ao benefício, que passa a ser de R$ 600 a partir de agosto.

A instrução normativa, publicada no Diário Oficial da União, altera as datas para a verificação periódica dos dados registrados no CadÚnico (Cadastro Único para programas sociais).

Existem dois tipos de regularização do cadastro, que garantem o direito ao benefício. A primeira é a revisão cadastral, no caso das famílias que tenham feito a última atualização entre 2016 e 2017. A averiguação cadastral, por outro lado, se refere aos beneficiários que tenham discordância entre os dados preenchidos e o cruzamento de informações com outras fontes.

Prazo prorrogado

A resolução publicada nesta quinta-feira prevê que:

  • Benefíciários que estão em revisão cadastral terão até 14 de outubro para atualizar as informações. O prazo venceria, originalmente, nesta sexta-feira (15/7).
  • Famílias em averiguação cadastral, que inicialmente tinham até 10 de junho para concluir o processo, ganharam mais dias: até 12 de agosto.

Famílias inscritas no Cadastro Único devem atualizar os dados a cada dois anos ou no caso de haver alguma alteração. O benefício será bloqueado caso os beneficiários tiverem algum registro de inconsistência cadastral até a data limite para evitar o cancelamento, previsto para 14 de outubro.

Para confirmar se é necessário incluir ou corrigir alguma informação, é preciso verificar o cadastro pelo aplicativo do CadÚnico ou pelo site oficial. Aqueles que forem convocados para averiguação e revisão de dados devem comparecer a um Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ou a um posto de atendimento do Cadastro Único do município.

Auxílio Brasil de R$ 600 começa a ser pago em agosto. Confira detalhes

Veja a publicação:

Instrução Normativa Nº 17_SEDS_SENARC_MC, De 13 de Julho de 2022 – Instrução Normativa Nº 17_SEDS_SENARC_MC… by Tacio Lorran Silva on Scribd

PEC dos Auxílios

O governo federal começa a pagar, no próximo mês, o novo Auxílio Brasil de R$ 600. O benefício, atualmente, é de R$ 400. A proposta também pretende zerar a fila de beneficiários que ainda aguardam a inclusão no programa social.

Segundo o governo federal, o auxílio turbinado deve começar a ser concedido no dia 18 de agosto e vai durar até o fim de 2022. Durante a votação da proposta, a oposição buscou fazer com que a vigência do Auxílio Brasil de R$ 600 fosse pago de maneira permanente, mas foi rejeitada.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
0

Com a PEC dos Auxílios, o governo pretende injeta R$ 41,25 bilhões em programas sociais vigentes e na criação de novos benefícios a serem pagos este ano, em razão de um estado de excepcionalidade provocado pela escalada da inflação e pela crise nos preços de combustíveis.

Veja os benefícios da PEC dos Auxílios:

  1. Auxílio Brasil de R$ 600 (o benefício atual é de R$ 400 e a proposta prevê aumento de R$ 200);
  2. Vale-gás no valor de um botijão por bimestre;
  3. Auxílio financeiro de R$ 1 mil para caminhoneiros autônomos de carga; e
  4. Auxílio financeiro para motoristas de táxi (valor ainda não definido).

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias