Anvisa aprova venda em farmácias do Paxlovid, medicamento para Covid

Paxlovid é um antiviral usado para tratamento da doença em adultos. No Brasil, o remédio poderá ser comprado sob apresentação da receita

atualizado 21/11/2022 15:23

paxlovid EUROPA PRESS / C.Lujan.POOL via Getty Images

A Diretoria Colegiada da Anvisa aprovou nesta segunda-feira (21/11) a venda do antiviral Paxlovid, usado no tratamento da Covid-19, em farmácias e hospitais particulares. O medicamento teve seu uso emergencial aprovado no país em março deste ano. Ele é indicado para o tratamento da doença em adultos.

A agência reguladora determinou que o medicamento só pode ser vendido sob prescrição médica, ou seja, com receita. Além disso, a fabricante, a Pfizer, deve priorizar o abastecimento para o Sistema Único de Saúde (SUS).

A decisão também ampliou o prazo de validade do medicamento de 12 para 18 meses.

Paxlovid

O antiviral é uma junção do nirmatrelvir e ritonavir. É indicado para tratamento da Covid em adultos que não requerem oxigênio suplementar e que apresentam risco aumentado de progressão para casos graves da doença.

A Anvisa levou em consideração a venda do Paxlovid em mercados privados de outros países, como os Estados Unidos e Canadá. A decisão também considerou o cenário epidemiológico atual, com a recente alta de casos de Covid no país.

A diretora relatora, Meiruze Freitas, defende que a comercialização vai facilitar o acesso ao tratamento. O remédio deve ser tomado no prazo de cinco dias após o início dos sintomas.

“O diagnóstico precoce e o tratamento ambulatorial, quando necessário, são importantes para evitar a progressão da doença para casos graves”. Ela reitera, no entanto, que o medicamento não substitui a imunização. “A vacinação continua sendo a melhor estratégia para evitar a Covid-19, as hospitalizações e os óbitos”, finaliza.

 

Mais lidas
Últimas notícias