Agricultor armado: governo fala em “interpretações fora do contexto”

Secretaria de Comunicação de Bolsonaro postou imagem de homem com arma em homenagem aos agricultores, mas recuou e mudou mensagem

atualizado 28/07/2021 19:42

nova foto dia do agricultor secomReprodução/Twitter

Após um dia de intensas repercussões sobre a polêmica postagem da Secretaria de Comunicação do governo federal em homenagem ao Dia do Agricultor, que trazia a imagem de um homem armado no campo, o órgão divulgou nota avaliando que houve “interpretações fora do contexto”.

A Secom, comandada pelo ministro Fábio Faria, das Comunicações, apagou a postagem original e, no início da noite desta quarta-feira (28/7), fez novas publicações valorizando ações do governo no setor e trazendo ilustrações mais representativas da vida no campo, como a da imagem em destaque.

A postagem original apareceu nos perfis da Secom no Twitter, no Facebook e no Instagram às 9h desta quarta. Às 14h30, após críticas até de aliados do governo e de entidades representativas do setor, o post não estava mais disponível.

A referência da foto, inclusive, é de um caçador. Uma pesquisa em um banco de imagens mostra que a gravura escolhida pela Secom, na realidade, é da silhueta de um caçador levando uma espingarda ao ombro. A foto seria de autoria do fotógrafo Hugo Prinsloo, da África do Sul.

A nota

“A Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom/MCom) alterou uma imagem da série de publicações em homenagem ao Dia do Agricultor. A imagem utilizada anteriormente, em referência à segurança no campo, deu margem a interpretações fora do contexto”, diz a nota divulgada no início da noite. “O Governo Federal reafirma a importância dos trabalhadores rurais, categoria que não parou durante a pandemia e que assegurou a produção de alimentos. O governo continuará adotando medidas que proporcionem mais tranquilidade e segurança em respeito ao agricultor e à sua família”.

Veja as novas imagens usadas nas postagens da Secom sobre o Dia do Agricultor:

0

Relembre a imagem polêmica que foi apagada:

Últimas notícias