Adriano Imperador diz que fogos de artifício o feriram em 2018, e não tiro

Ex-jogador prestou depoimento à polícia no fim de setembro. Foi descartada a hipótese de ele ter sido ferido por disparo na mão em 2018

atualizado 07/10/2021 18:43

Reprodução/Instagram

Rio de Janeiro – Um inquérito sobre o crime de tráfico de drogas que apurava se o ex-jogador Adriano Leite Ribeiro, o Adriano Imperador, foi baleado na mão em 2018, concluiu que, na verdade, o ex-craque do Flamengo foi ferido por fogos de artifício. A investigação policial já está nas mãos da Justiça.

Há três anos, Adriano foi atingido enquanto estava com amigos na Vila Cruzeiro, na zona norte do Rio de Janeiro, comunidade onde nasceu. Ele prestou depoimento na 22ª DP (Penha) no dia 22/9 como vítima, para explicar o machucado.

Em entrevista ao Metrópoles, o delegado titular da unidade, Wellington Vieira, afirmou que não houve indícios de ferimento provocado por arma de fogo, e sim, de queimadura, a partir da análise de documentos do hospital em que Adriano foi atendido na época. Com isso, Vieira vai pedir que a parte do caso relacionada ao jogador seja arquivada.

“O Adriano foi ouvido na quarta-feira, dia 22. Ele explicou que foi ferido por um rojão. Foi socorrido na comunidade, mas acabou tendo que ser internado em um hospital na Barra da Tijuca. Como o ferimento foi compatível com a queimadura, no caso do Adriano, vou pedir o arquivamento do caso. Mas os outros três líderes do tráfico na comunidade, entre eles, o Doca [um dos chefes do tráfico de drogas no Complexo da Penha], não”, afirmou o delegado.

0
Ferimento e internação

Em março de 2018, Adriano deu entrada em um hospital da rede privada na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio. No Instagram, ele disse que havia sofrido um acidente em casa e sido socorrido por um amigo, que fez um ponto no ferimento. Porém, segundo o jogador, o machucado teria inflamado, o que o levou ao hospital.

“Oi, gente… tudo bem? Só para dizer que ontem coloquei uma palavra errada. Eu não fiz o ponto aqui no hospital, tá? Eu fiz o ponto na minha casa, foi um acidente doméstico… E inflamou! Quem fez o ponto, quando aconteceu na minha casa, foi um amigo meu. Mas infelizmente inflamou e aí eu vim para o hospital para ver o que estava acontecendo. Chegando aqui, o médico me orientou a abrir o ferimento de novo para ver o que estava realmente acontecendo. Foi só isso. O médico daqui não teve absolutamente nada a ver com o que aconteceu. Ele não fez o ponto pela primeira vez. Foi um amigo meu, vamos deixar isso bem claro”, escreveu Adriano na ocasião.

Após receber pontos no hospital, Adriano tranquilizou os fãs em uma postagem. “Deu tudo certo, nada de mais, graças a Deus”, escreveu.

Últimas notícias