“A Fazenda”: polícia investiga Nego do Borel por estupro de vulnerável

O funkeiro é acusado de forçar ato sexual com a modelo Dayane Mello, dentro do reality show da TV Record

atualizado 25/09/2021 16:55

Nego do BorelReprodução

A Polícia Civil de São Paulo (PCSP) investiga o funkeiro Nego do Borel por suspeita de estupro de vulnerável contra a modelo Dayane Mello, dentro do reality “A Fazenda 13”, da TV Record.

A equipe jurídica de Dayane registrou a ocorrência na Delegacia de Itapecerica da Serra (SP), local onde acontece o reality.

De acordo com Secretaria de Segurança Pública (SSP-SP), o advogado apresentou imagens para justificar a ocorrência, além de relatar os fatos.

“Outros detalhes serão preservados a fim de garantir a autonomia do trabalho policial”, diz nota do órgão.

Entenda

Em um vídeo que circula nas redes sociais, os participantes do reality aparecem dormindo na madrugada, exceto Nego, que deitado na mesma cama de Dayane bem no ponto cego da câmera, supostamente estaria gemendo.

Comentários nas redes sociais acusam o cantor de ter estuprado a modelo por ter tocado nela sem seu consentimento, uma vez que a moça estava claramente embriagada a ponto de sequer conseguir trocar sua roupa pra ir dormir.

Em vídeos, é possível ouvir a modelo pedindo para Borel parar. Porém, o cantor teria continuado a insistir em ter uma relação sexual com a peoa. O tema gerou revolta entre os fãs do programa da Record TV.

0

Últimas notícias