Blog com notícias, comentários, charges e enquetes sobre o que acontece na política brasileira. Por Ricardo Noblat e equipe

18 anos Blog do Noblat

Senador ruralista critica quem ameaça com demissão eleitores de Lula 

Carlos Fávaro (PSD-MT) diz que esse tipo de chantagem é típico do "coronelismo", que magoa o trabalhador e tem efeito contrário

atualizado 07/10/2022 14:45

Lula em atividade de campanha em SP Fábio Vieira/Metrópoles

Importante produtor rural em Mato Grosso, o senador Carlos Fávaro, da direção nacional do PSD, critica essa crescente onda de ameaças feitas por empregadores contra empregados que votarem em Lula nas eleições. Ele é aliado do petista e apoia sua reeleição.

Neste segundo turno, aumentaram esses casos de pressão dos patrões, em especial no campo. Para Fávaro, além de crime eleitoral, trata-se de uma prática “coronelista”, que magoa o empregado e tem até efeito contrário.

“Isso que está acontecendo é um absurdo. Um crime eleitoral. É coronelismo. Usar a força econômica para tirar o direito do cidadão, da livre prática da democracia. É não respeitar as pessoas. E não tem efeito algum. O colaborador fica até magoado, ferido. É até o contrário o resultado”, disse Carlos Fávaro ao blog.

Últimas do Blog