Blog com notícias, comentários, charges e enquetes sobre o que acontece na política brasileira. Por Ricardo Noblat e equipe

18 anos Blog do Noblat

Freixo, candidato ao governo do Rio, encontrou o seu Alckmin

O nome dele é Cesar Maia, duas vezes prefeito do Rio. O acordo, que ainda depende de acertos, tem a benção de Lula

atualizado 07/06/2022 9:47

Lula e Marcelo Freixo Divulgação/Ricardo Stuckert

Foi uma jogada brilhante do deputado Rodrigo Maia (PSDB-RJ), ex-presidente da Câmara, assessor do governo de São Paulo e adversário de Bolsonaro, que ele quer ver derrotado.

Maia aproximou seu pai, o vereador Cesar Maia (PSDB), do deputado Marcelo Freixo (PSB), candidato ao governo do Rio com o apoio de Lula. Cesar poderá ser o vice de Freixo.

Era o Alckmin que Freixo tanto procurava para chamar de seu. Freixo é jovem e fez carreira no PSOL. Cesar, duas vezes prefeito do Rio, bem mais velho do que ele, foi do PDT, PMDB, PFL e DEM.

Eduardo Paes (PSD), prefeito do Rio, contava com Cesar para ser vice de Fernando Santa Cruz (PSD), ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, e seu candidato a governador. Perdeu.

A direção nacional do PSDB liberou Cesar para se compor com Freixo, por ora empatado nas pesquisas com o governador Cláudio Castro (PL), candidato à reeleição com o apoio de Bolsonaro.

Se a composição se consumar, PT e PSDB estarão juntos no palanque de Lula no Rio. Bolsonaro ainda tem mais votos no Rio para se eleger presidente, mas Lula está nos calcanhares dele.

Últimas do Blog