Blog com notícias, comentários, charges e enquetes sobre o que acontece na política brasileira. Por Ricardo Noblat e equipe

18 anos Blog do Noblat

A semana promete boas notícias para Bolsonaro, e más para Lula

A diferença entre os dois deverá se estreitar

atualizado 15/08/2022 10:12

Bolsonaro e Lula Yanka Romão/Arte/Metrópoles

A partir de hoje e até o próximo sábado, três das pesquisas de intenção de voto mais confiáveis se tornarão públicas – uma do Ipec, ex-Ibope, outra do Datafolha e a última da Genial-Quaest. Todas deverão trazer boas notícias para Bolsonaro, e más para Lula.

Foi a Genial-Quaest que, há uma semana, apontou que Bolsonaro está em alta nos dois maiores colégios eleitorais do país, São Paulo e Minas Gerais. Ali, diminuiu a vantagem de Lula sobre ele. Lula continua perdendo pontinhos, e Bolsonaro amealhando pontos.

Pesquisas para consumo interno de partidos, e não registradas no Tribunal Superior Eleitoral, antecipam a ascensão de Bolsonaro e a queda de Lula em estados do Sudeste e no Nordeste, onde o candidato do PT ainda reina soberano, mas já esteve melhor.

Mas não só. Deputados federais candidatos à reeleição, e outros sem mandato, mas em campanha para voltar à Câmara dão conta do crescimento de Bolsonaro. Atribuem basicamente a duas coisas: o pagamento do Auxílio Brasil e a retomada do antipetismo.

Caso seja derrotado em outubro, Bolsonaro será o primeiro candidato à reeleição desde 1998 a não renovar seu mandato. Seis em cada 10 governadores candidatos a um segundo mandato tiveram êxito. Neste ano, 20 governadores disputam a reeleição.

O que torna singular a eleição de 2022 é o fato de um ex-presidente da República (Lula) enfrentar o presidente no exercício do cargo. Bolsonaro será julgado pelo que fez e pelo que deixou de fazer, principalmente por isto. Lula, pelo que fez e diz que fará.

Oficialmente, a campanha só começa amanhã, quando candidatos a qualquer posto poderão pedir votos abertamente e participar de comícios. Em 28 de agosto, terá início o período de propaganda eleitoral no rádio e na televisão.

Últimas do Blog