Blog com notícias, comentários, charges e enquetes sobre o que acontece na política brasileira. Por Ricardo Noblat e equipe

18 anos Blog do Noblat

À procura de um candidato, o centro abre diálogo com a esquerda

Para Haddad, centro e esquerda contra Bolsonaro poderão derrotá-lo já no primeiro turno da eleição do ano que vem

atualizado 03/07/2021 17:58

Fernando Haddad, Lula da Silva, Gilberto Kassab e Gleisi Hoffmann, durante encontro em Brasília Foto: Ricardo Stuckert

No grupo de WhatsApp chamado “Derrubando Muros”, por quase duas horas na tarde de ontem, discutiu-se a conjuntura brasileira e a necessidade de união das forças políticas que queiram derrotar o presidente Jair Bolsonaro nas eleições do ano que vem.

O grupo está ativo há mais de três meses. Dele fazem parte o governador João Doria (PSDB-SP), o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, o empresário João Amoedo (Novo) e Roberto Freire, presidente do Cidadania, entre outros.

A novidade foi o ingresso de três novos nomes: Gilberto Kassab, presidente do PSD, Carlos Lupi, presidente do PDT, e Fernando Haddad, ex-candidato do PT a presidente da República em 2018. Ali, evita-se falar em possíveis candidaturas a presidente.

Kassab disse que o mais importante será dar um jeito de o país livrar-se do risco da reeleição de Bolsonaro. Lupi concordou. Haddad foi além: disse que um candidato de centro e um de esquerda poderão vencer Bolsonaro ainda no primeiro turno.

Últimas do Blog