Blog com notícias, comentários, charges e enquetes sobre o que acontece na política brasileira. Por Ricardo Noblat e equipe

18 anos Blog do Noblat

Deputado e a decisão pró-canabidiol: “Justiça a anos-luz do Congresso”

Presidente da comissão especial da Câmara que votou o assunto, parado há mais de um ano, Paulo Teixeira (PT-SP) comemorou a decisão do STJ

atualizado 14/06/2022 20:29

Deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) Divulgação/ Câmara dos Deputados

O projeto de lei que autoriza o plantio da maconha para fins medicinais está parado na Câmara há exato um ano e uma semana. O texto foi aprovado por uma margem apertadíssima de um voto, 18 a 17, na comissão especial e, depois, nunca mais andou.

Parlamentares evangélicos, católicos e bolsonaristas extremistas fizeram uma cruzada contra o texto, que não tramitou.

Ontem, a Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) aprovou por unanimidade autorização para três pessoas cultivarem a canabis para extração do óleo medicinal. É, mais uma vez, o Judiciário se antecipando ao Congresso Nacional, que deveria legislar sobre o tema. 

Presidente da comissão especial da Câmara que debateu e votou o assunto, o deputado Paulo Teixeira (PT-SP) comentou a decisão do tribunal.

“Isso mostra que a justiça está ano luz na frente do parlamento” – disse Paulo Teixeira.

No Congresso, o tema é tabu e enfrenta resistência do mesmo grupo bolsonarista que se postou contra a vacina contra a Covid-19.

Últimas do Blog