Após desgaste com a Bahia, Bolsonaro avalia sobrevoar tragédia em MG

Presidente receia ser acusado de ser "seletivo" nesses momentos, já que se recusou a visitar cidades baianas que passaram pelo mesmo drama

atualizado 12/01/2022 13:41

Jair Bolsonaro Hugo Barreto/Metrópoles

Para tentar reduzir o dano na sua imagem com a indiferença com a qual tratou a tragédia das chuvas na Bahia, Jair Bolsonaro pode visitar o cenário semelhante que atinge nesse momento quase 200 cidades em Minas Gerais.

Assessores tentam convencer o presidente a pelo menos fazer um sobrevoo nas localidades mineiras mais atingidas pelas fortes chuvas nos últimos dias. Entre os argumentos está o de ser próximo do governador Romeu Zema (Novo), ao contrário de Rui Costa, o petista que governa a Bahia.

0

Bolsonaro prometeu reavaliar sua primeira decisão, de não ir a Minas também para não ser acusado de incoerente e seletivo nas tragédias. Ele enviou ministros ao estado, a exemplo do que fez com a Bahia.

Últimas do Blog