Paloma Bernardi revela truques de beleza para manter os cachos poderosos

Em entrevista exclusiva ao Metrópoles, a atriz fala sobre os cuidados com os fios, maternidade, beleza e autocuidado

atualizado 03/09/2021 16:14

Reprodução/Instagram

Famosa pelo charme e beleza natural, a atriz Paloma Bernardi encanta não apenas pelo talento para a atuação, mas também por conta do carisma. Cacheada convicta, ela é adepta da pluralidade da beleza feminina, e inspira milhares de mulheres ao redor do mundo a assumirem a própria identidade.

Em entrevista exclusiva ao Metrópoles, a artista paulistana de 36 anos, que já interpretou Mia em Viver a Vida (2009), Lúcia, na série da Netflix O Escolhido (2019), e se prepara para voltar às telonas como a protagonista do filme Monique e a TPM, revelou a própria rotina de cuidados com os fios cacheados, sua marca registrada.

0
Itens queridinhos

Nascida em uma família de cacheadas, os cabelos encaracolados e a rotina de cuidados com os fios são uma herança de mãe para filha. Para manter a definição e o volume, tudo começa com uma boa finalização.

“O truque é o seguinte: lavar, passar ativador de cachos e secar com difusor (abaixando a cabeça, colocando os fios dentro do difusor e seguindo o movimento do cabelo). É superprático e deixa os cachos modelados naturalmente com volume”, ensina.

A dedicação às madeixas, no entanto, também depende de bons produtos. Na lista, estão sempre disponíveis no banheiro da atriz leave-in e ativador de cachos. Ao lado deles, a rotina de skincare da bela começa com um belo banho e hidratação do corpo e da face.

“Diariamente, lavo o rosto com sabonete líquido e uso o sérum Beyoung Booster, que já tem um protetor solar e hidratante”. Ela conta que também não abre mão da água termal da La Roche Posay.

Momentos de conexão

Mais que fios sedosos e uma pele viçosa, Paloma defende que esses rituais de beleza e autocuidado representam uma forma de “autoamor” e conexão consigo. Com uma agenda dinâmica de trabalhos que não parou nem com a pandemia, a paulistana argumenta que um verdadeiro momento de beauté deve começar internamente.

“Quando conseguimos parar um pouco com a nossa rotina agitada e ter um tempo para cuidar da gente, olhar para nós, isso é precioso. Não precisa necessariamente ser algo voltado para o físico ou estética, pode ser uma meditação, algo que te faça sentir conectada com você mesma. Isso também é uma forma de autocuidado, e uma que considero muito importante”, frisa.

O último ano também foi um período de reconexão e para expandir um pouco os horizontes, descobrindo novas práticas, como a meditação. “Isso me ajudou e me ajuda muito no dia a dia a ter um momento para amenizar a ansiedade e para centralizar no aqui e agora. Além disso, minhas orações, ficar com a minha família e amigos é algo que me faz muito bem, também”.

Mente e corpo em equilíbrio

O segredo para a boa forma também parte de manter a mente e espírito no lugar. “Sobre a parte física, eu sempre fui uma pessoa muito ativa, adoro praticar exercícios”, relata.

Para manter a saúde em dia, ela conta que alterna entre musculação três vezes por semana e as atividades aeróbicas, com acompanhamento de um personal trainer. Entre os exercícios, o favorito é o abdominal, que oferece resultado mais rápido e visível.

Porém, bem mais que qualquer peso de academia, a atividade favorita da atriz é também uma expressão artística. Filha da artista plástica e ex-bailarina Dil Bernardi, Paloma confessa preferir qualquer tipo de dança como forma de perder calorias e modelar o corpo. “Na pandemia, adaptei isso para a minha casa, hoje já estou indo na academia e fazendo algumas aulas de dança para variar um pouco”, completa.

O cuidado com a alimentação também é outro ponto de equilíbrio importante na balança. “Eu sou muito boa de garfo”, revela, entre risos. “Não sou muito de fazer dietas restritivas, só se for para algum trabalho específico. No mais, mantenho uma alimentação saudável e balanceada, mas sem neuras; quando quero comer outras coisas não me privo”.

Driblando papéis

Com o isolamento social, a atriz usou o tempo em casa para se reconectar, e também para trabalhar (muito!). No último ano, Paloma gravou a série Ameaça Invisível, lançou o projeto poético musical Mientras, em parceria com o namorado Dudu Pelizzari, e estrelou a peça de teatro on-line Nova e Normal. Além disso, concluiu as gravações do filme Monique e a TPM.

O período também foi crucial para uma decisão importante na vida da artista. Aos 36 anos, ela optou pelo congelamento de óvulos para não colocar a maternidade na frente do trabalho, por enquanto. Na visão da atriz, a prática é reflexo de uma independência feminina e de tomar o controle do próprio corpo e do futuro.

“Eu quero ser mãe, mais para frente, quando sentir que é o momento. E entendendo isso, que a saúde dos meus óvulos diminui com o tempo, procurei um profissional primeiro para entender o processo, pesquisar mesmo se era algo que queria”, adianta.

Com auxílio do médico especialista Marcos Roque, ela conta que “congelar meus óvulos me dá liberdade e aumentam minhas chances de ter filho quando eu quiser, sem ficar me preocupando tanto com a questão da idade”.

O desejo de ser mãe, no entanto, segue como um sonho na vida dela. “Maternidade é amor, dedicação, disciplina e cuidado. É algo que não pode ser pensado de forma leviana, existe muita responsabilidade por trás. Digo isso porque tenho como referência a minha mãe, que é um grande exemplo para mim. Maternidade é também um estado de graça, um milagre na vida que quero um dia viver”.

Quer ficar por dentro das novidades de astrologia, moda, beleza, bem-estar e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesastrologia.

Últimas notícias