Volta às aulas com lancheiras saudáveis e quatro receitinhas criativas

A nutricionista Enaile Arrais dá dicas sobre as frutas da estação e o que não pode faltar no lanche dos pequenos

iStockiStock

atualizado 06/08/2018 8:41

Com a correria do dia a dia, está cada vez mais difícil para mães e pais prepararem refeições saudáveis e caseiras para os filhos. Mas ainda é uma prática que vale a pena e colabora com a consciência e a qualidade de vida dos pequenos.

Nesse período de volta às aulas, a nutricionista da NutriCoaching, Enaile Arrais, topou bater um papo com o Metrópoles sobre sugestões criativas e nutritivas para atualizar a lancheira. Confira:

Qual o critério mais importante na escolha do lanche dos filhos?
A variedade nutricional. A ingestão de nutrientes diversos vai favorecer o melhor desenvolvimento físico e cognitivo para um ótimo desempenho escolar e crescimento da criança. Vale escolher, por exemplo, uma fruta diferente a cada dia e compor a lancheira com uma fruta + uma fonte de proteína (pode ser iogurte, bolinho de frango ou de atum ou mix de aveia com quinoa em flocos) + 1 fonte de gorduras boas (côco em lascas ou água de côco, mix de castanhas, vitamina de açaí).

Uma observação muito importante é a forma de oferecer esses alimentos. Quanto mais simples os alimentos são oferecidos, mais facilmente a criança comerá todos os itens da lancheira. Por exemplo: a fruta pode estar picada com o mix de aveia com quinoa por cima para que ela coma os dois juntos.

O que não pode faltar?
É sempre interessante ter alguma refeição líquida ou pastosa: sucos, vitaminas, iogurtes, mousses. Dessa forma, caso a criança não esteja com tanta fome, essas refeições vão ser ingeridas mais facilmente e ela não ficará sem comer nada. Os sucos podem ser feitos utilizando a água de coco para trazer o sabor doce mais naturalmente à preparação.

Quais as frutas da estação mais indicadas?
Trabalhar com frutas da estação é muito interessante, pois é possível consequi-las mais facilmente nas feiras próximas aos bairros. Assim, encontrará produtos frescos e orgânicos, preservando o máximo de nutrientes desses alimentos. As frutas de agosto são: banana, laranja, maçã, melão, morango e pêssego.

Até quantas calorias deve ter o lanche?
Para crianças o ideal é a qualidade e a variedade da alimentação, priorizando uma educação alimentar, e não necessariamente a contagem calórica. As calorias dos lanches intermediários (meio da manhã e meio da tarde) podem variar entre 250 e 350 kcal.

A idade influencia no que escolher para o lanche?
Sim, e a forma de oferecer também vai mudar. É importante estimular a criança a ter contato direto com os alimentos. Cabe aos pais, quando forem preparar algo em família, o pequeno para participar e ajudar. Com esse contato com os alimentos, ele tende a aumentar a variedade do que consome.

Agora, é só escolher entre essas quatro sugestões e ter um ótimo dia para voltar às aulas com saúde.

Últimas notícias